AGRICULTURA

Grupo de Trabalho sobre importações de

leite reúne-se nesta quinta-feira

Deputado Zé Nunes, ao centro, coordenou reunião do GT Leite na Expointer - Assessoria Zé Nunes

Deputado Zé Nunes, ao centro, coordenou reunião do GT Leite na Expointer

Assessoria Zé Nunes

O Grupo de Trabalho sobre as importações de leite em pó reúne-se nesta quinta-feira (05) para analisar os impactos da suspensão dos decretos que favoreciam a importação de leite em pó do Mercosul e para encaminhar novas iniciativas frente à maior crise que a cadeia leiteira gaúcha enfrenta nas últimas décadas. O encontro inicia às 10 horas na Sala José Lutzenberger, no 4º andar da Assembleia Legislativa.

Instituído no dia 9 de agosto na Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e Turismo da Assembleia Legislativa, o GT é coordenado pelo deputado estadual Zé Nunes (PT) e composto por 31 representações dos governos federal e estadual, municípios, federações, entidades sindicais, cooperativas, associações de criadores de gado de raça, universidades e Coredes. À sua atuação, soma-se a de outro GT estabelecido na Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo, composta por quatro parlamentares e também coordenada por Zé Nunes.

A primeira reunião do grupo ocorreu em agosto, durante a 40ª edição da Expointer, no Parque de Exposições Assis Brasil, e encaminhou um conjunto de reivindicações aos governos estadual e federal: a revogação definitiva dos decretos que estimulam a importação de leite em pó do Mercosul; estabelecimento de cotas para as compras do produto proveniente do Uruguai; monitoramento da triangulação das importações para certificar a origem do leite que chega ao RS; restabelecimento das compras institucionais por meio da Conab para regularizar o mercado; retomada do funcionamento pleno do IGL e capitalização do Fundoleite; incidir sobre o Confaz para minimizar efeitos negativos da guerra fiscal sobre a cadeia leiteira e fortalecimento da assistência técnica e da extensão rural.

Durante a Expointer, o governo estadual anunciou a suspensão dos decretos 50.645/2013 e 53.059/2016, que estimulam a importação de leite em pó. Na opinião de Zé Nunes, a medida foi resultado da mobilização dos agentes da cadeia produtiva. O mandato do parlamentar promoveu duas audiências públicas sobre os problemas do setor, em Lajeado e São Lourenço do Sul, que resultaram no encaminhamento da proposta de revogação dos decretos.

Os produtores desejavam que o Executivo tivesse suspenso definitivamente os incentivos às importações, sobretudo do Uruguai. Segundo o presidente da Associação Gaúcha de Laticinistas e Laticínios (AGL), Ernesto Krug, o país vizinho responde por 59% das importações, que tiveram seu ápice em 2016, chegando a cifra de US$ 1 milhão. Leiteiros promoveram protesto durante a Expointer, em frente à Casa do Governo e, dias depois, uma grande mobilização em Jaguarão, quando trancaram a ponte binacional.

Texto: Denise Ritter (MTE 5584)

 

 

Publicado em 04/10/2017 às 15:18

Texto: Denise Ritter (MTE 5584)

BANCADA / zenunes

Compartilhar

Deputadas Estaduais

Stela Farias

Líder da Bancada

Stela Farias

Miriam Marroni

Vice-líder Partidária

Miriam Marroni

 

Deputados Estaduais

Edegar Pretto

Presidente da Assembleia Legislativa

Edegar Pretto

Luiz Fernando Mainardi

Vice-líder da Bancada

Luiz Fernando Mainardi

Tarcísio Zimmermann

Líder Partidário

Tarcísio Zimmermann

Endereço: Praça Marechal Deodoro, 101/506 - Porto Alegre-RS - Fones: (51)3210-2913 (Bancada) e (51)3210-1123 (Imprensa)
ptsul@ptsul.com.br

Projetado, desenvolvido e mantido pela coordenadoria da Bancada do PT/AL-RS

Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Adaptada